Page 3 - Revista Anual - Nº19
P. 3

faixa   etária   em   que   o   bovino   se   encontrava.   Os   recipientes   foram   acondicionados   e
                        encaminhados para o laboratório, logo que possível.
                           4.2. Deteção de (oo)cistos de Cryptosporidium spp. e de G. duodenalis em amostras de
                               fezes
                        As amostras de fezes foram concentradas por sedimentação com enriquecimento em acetil-etil
                        formol de acordo com o método do Centers for Disease Control and Prevention (CDC).(8)
                        Para a identificação dos oocistos de  Cryptosporidium spp., os esfregaços do sedimento foram
                                                                                      Índice
                        corados   por  Acid-Fast   de   acordo   com   o   método   do   CDC   modificado   por   Kinyoun   e   as
                        preparações foram analisadas com o auxílio de um microscópio óptico, utilizando óleo de
                        imersão e a objetiva de 100x. A amostra foi considerada positiva sempre que um oocisto com a
                                                                        03
                        morfologia   correta   (isto   é,   propriedades   ópticas,   estrutura   interna,   tamanho   e   forma)   foi
                        encontrado na lâmina. Os critérios utilizados para identificar os oocistos tipo C. parvum foram os
                                                                        EDITORIAL
                        seguintes: medir entre 4 a 6 μm, forma esférica com esporozoítos no seu interior, uma cor rosa na
                                                                        Ricardo Bexiga
                        coloração Acid Fast e ter um halo à volta (Figs. 1 e 2).(8–10)
                  Revista Portuguesa de Buiatria
         Órgão Oficial da Associação Portuguesa de Buiatria
                                                                              05

                          Presidente             

	
	

  MONITORIZAÇÃO DE CRYPTOSPORI-
                        Ricardo Bexiga
                                                                              DIUM SPP. E GIARDIA DUODENALIS
                                                                              EM EXPLORAÇÕES DE BOVINOS


                                                                              DE LEITE DO NORTE DE PORTUGAL
                           Diretor       
                                                                              Alice Silva 1*, Carla Mendonça 1*, José Manuel
                        Manuel Joaquim   

                                                                              Correia da Costa 2, António Castro 2, Maria
                                         
 ­­­­­
                                                                              de Lurdes Delgado 2
                                         

                      Conselho Científico                               13
                      António Leitão Alegre
                        Figs.1 e 2: Lâminas de acid-fast positivas para Cryptosporidium spp. Fonte: Captada pelo autor.
                        George Stilwell                                 CONSIDERAÇÕES SOBRE MASTITES BOVINAS
                     João Cannas da Silva                               João Cannas da Silva1 , Sofia van Harten1 , Ema Roque2
                        A identificação dos cistos de Giardia duodenalis foi realizada por exame direto. Uma alíquota da
                         João Paisana
                        amostra concentrada foi pipetada para uma lâmina e o sedimento foi observado por microscopia
                         Nuno Canada
                                         

		







                        Ricardo Bexiga
                        óptica. A amostra foi considerada positiva quando pelo menos um cisto de  G. duodenalis  foi
                                                              
                        encontrado na lâmina. Os critérios utilizados para a identificação dos cistos foram os seguintes:
                                         
                         Sede da APB                                          25
                        estrutura ovoide, 10 x15 μm, presença de 4 núcleos no interior (por vezes, não conseguimos
                                         
           Sociedade Portuguesa de Ciências Veterinárias                      CAMPILOBACTERIOSE

                        identificar a totalidade dos núcleos), presença de corpo central e refringência de membrana (Figs.
                Faculdade de Medicina Veterinária           GENITAL BOVINA
                        3 e 4).(4,11)
                Polo Universitário do Alto da Ajuda,      Marta Silva, Gonçalo Pereira, Elisabete Silva, Ricardo

            Av. da Universidade Técnica, 1300-477 Lisboa      Bexiga, Luísa Mateus, Ana Duarte, Luís Lopes
                                                                              da Costa*




                          Foto Capa


                                                                        35
                       Sara Ramalheira

                 (Vencedora do concurso de fotografia

                      das XVIII jornada APB)                         
                                                                        INSPEÇÃO SANITÁRIA POST MORTEM DOS
                                                                        PULMÕES E CORAÇÃO DE BOVINO
                             rentabilidade de forma a garantir a sobrevivência do negócio a longo prazo (Oliveira & Pereira,
                   Maquetização e Paginação                             - PRINCIPAIS ALTERAÇÕES OBSERVADAS
                             2009).
                  Manuel Barbosa & Filhos, Lda.                         Maria da Conceição Fontes, Cristina Saraiva, Madalena Vieira-Pinto
                                                                        & Alexandra Esteves
                             Paralelamente, apesar de se poder obter o máximo de informação possível sobre determinado
                             negócio através de uma gestão económica organizada, não significa obrigatoriamente que se
                    Impressão e Acabamento
                             saiba tirar proveito da mesma. Uma das grandes dificuldades do empresário agrícola moderno
                             reside na disponibilidade de interpretação de toda a informação que rodeia a sua atividade. A
                  Manuel Barbosa & Filhos, Lda.                               45
                        3    capacidade para se extrair indicadores fiáveis a partir dos dados, muitas vezes sem correlação
                             direta, compilá-los e produzir relatórios de gestão que consigam resumir o estado da empresa,
                         Periocidade                                          ALTERAÇÕES DETETADAS NA INSPEC-
                             é fundamental para que possa tomar as decisões corretas. Além disso, em determinada área
                                                                              ÇÃO SANITÁRIA POST MORTEM DO
                             de negócio, interessa perceber qual a performance da empresa quando comparada com outras
                            Anual                                             APARELHO GASTRINTESTINAL
                             da mesma área, procedimento normalmente chamado de “benchmarking”. Entre os métodos
                             de planeamento, a identificação e análise de benchmarks, destaca-se pela sua segurança e  E FÍGADO DE BOVINOS
                             precisão, uma vez que os valores são obtidos diretamente das unidades de produção presentes
                           Tiragem                                            C. Saraiva 1 *, M. C. Fontes 1 , M. J. Baldaia 1 , S. Saraiva 1 ,
                             no mesmo ambiente económico (Oliveira et al., 2007).
                        500 exemplares                                        D. Moura 1 , M. Vieira-Pinto 1 , C. Martins 1 , A. Esteves 1 ,
                                                                        55
                       Assinatura anual
                             5 €                                        DESENVOLVIMENTO DE UMA FERRAMENTA
                                                                        DE APOIO À GESTÃO DE EXPLORAÇÕES
                         Preço Avulso                                   LEITEIRAS
                  Distribuição Gratuita a Sócios                        Isabel M. Santos, Isabel C. Ramos, Joaquim P. Nunes, Ana
                                                                        C. M. Gomes, André D. C. Lopes
                             5 €
                             Entre as partes interessadas da cadeia de produção, os produtores são o elo que acarreta com
                        ISSN 0873/6758                                              90
                             a maior parte dos custos e, portanto, são o objeto principal para a redução dos mesmos. A
                  Depósito Legal n.º 111 444/97
                             alimentação representa 40-60% dos custos totais das explorações, por isso, para garantir a sua
                             rentabilidade, os produtores precisam de conhecer em profundidade os custos reais com a  REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
                             alimentação do seu efetivo, para melhor definir estratégias e adaptar os regimes alimentares
                 As opiniões expressas nos artigos
                             em   função   da   volatilidade   do   mercado   de   matérias   primas.  A   maioria   dos   produtores
                             concentra-se no aumento da produção total de leite, refletindo-se diretamente num aumento
               são da responsabilidade dos autores.
                             da receita total do leite para o agricultor. Contudo, com a dependência do exterior na aquisição
                             das matérias-primas utilizadas na alimentação dos animais conjugada com a volatilidade no
                             preço pago pelo leite ao produtor, o “income over feed cost” (IOFC) foca-se na margem e,
                             portanto, é uma medida de eficiência mais vantajosa do que o simples custo de alimentação
                             por vaca em lactação (Buza, 2014). Mais, reflete o dinheiro que sobra, depois de contabilizar os
                             custos de alimentação das vacas em lactação, para pagar as outras despesas da exploração e é
                             cientificamente reconhecido como um bom indicador da rentabilidade de uma exploração
                             (Bailey and Ishler, 2007) porque fornece um valor sobre a eficiência do programa alimentar
                             para a quantidade de leite produzido. Os produtores podem usar essa informação para definir
                             estratégias e metas e monitorizar em tempo real se uma decisão de alteração do regime
                             alimentar tem impacto positivo ou negativo nos resultados da exploração.
   1   2   3   4   5   6   7   8